HQ | A Espada Selvagem de Conan(em cores) n°1

Título: A Espada Selvagem de Conan(em cores) n°1
Editora: Abril
Roteiro: Roy Thomas
Arte: John Buscema e Alfredo Alcala
Capa: Earl Norem
Publicação: 05/01/1987

Uma aventura de suspense e terror numa ilha sem nome coloca Conan contra selvagens, bucaneiros e monstros de ferocidade incrível.

Edição de luxo, em cores, lançada no longínquo ano de 1987 traz, com uma equipe criativa lendária, uma história cheia de sangue, perigo, violência, e o pragmatismo bruto do herói de bronze, Conan. A história da primeira edição, é uma adaptação livre do conto “A Vingança de Vulmea”, escrita pelo grande mestre e criador do personagem, Robert E. Howard.

Pulicada inicialmente na resvista ‘Weird Tales’ em setembro de 1933 nas crônicas “The Slithering Shadow” de Robert E. Roward, Conan se encontra em meio aos temíveis piratas Borachos, com quem passa um bom tempo cometendo assassinatos, saques e toda a sorte de atos horrendos no mundo hiboriano. E numa certa manhã, um encontro inesperado vai por em cheque a vida de Conan e seus companheiros.

Um dos maiores(e talvez o primeiro deles) brucutus das histórias em quadrinhos mostra, em A Espada Selvagem de Conan, o por que se tornou um dos personagens mais cultuados na Era de Ouro dos quadrinhos.  Com argumento do mito Roy Thomas, um dos responsáveis por consagrar Conan no mercado americano, essa adaptação, mesmo depois de tanto tempo de seu lançamento não se mostra datada, ainda diverte e é uma aula de imaginação e roteiro.

A arte é um show a parte, contando com desenhos de John Buscema e Alfredo Alcala e cor de Marie Severin, o tom de terror e mistério é ampliado em sua narrativa por conta da experiência e capacidade artística desse trio.

Resumindo, Conan e todo seu universo dispensam comentários e argumentos a seu favor, a história está aí pra monstra a genialidade do Robert E. Howard e de todos os envolvidos na perpetuação de seu legado ao longo dos anos.