Filme| Batman: A Piada Mortal

Batman: A Piada Mortal (2016) Animation, Action, Crime | 1h 16min | 25 July 2016 (Brazil) 6.5
Director: Sam LiuWriters: Brian Azzarello, Brian BollandStars: Kevin Conroy, Mark Hamill, Tara StrongSummary: As Batman hunts for the escaped Joker, the Clown Prince of Crime attacks the Gordon family to prove a diabolical point mirroring his own fall into madness.

Photos


See all photos >>

 

Antes de qualquer coisa, sei que muitas pessoas não conhecem o Alan Moore, mas sei que mais do que essas muitas, outras muitas conhecem obras CINEMATOGRÁFICAS como Wacthmen” e “V de Vingança”. Nesse ponto quero explicar o seguinte, pra quem lê ou leu alguma história escrita pelo Moore, sabe que os personagens deles são extremamente profundos e complexos (Rorschach, Dr Manhattan e Ozymandias, todos de Wacthmen são exemplos claros disso), sejam nas próprias hqs ou nas histórias de personagens alheios (“A Piada Mortal” e “O que aconteceu ao Superman”, ambas escritas e publicadas em 86). Dito isso, quero dar o exemplo do filme Wacthmen, que foi muito bem recebido por quase todos, por ser uma adaptação fiel e tal, mas peca em não conseguir transmitir o lado psicológico de cada personagem, que é o grande e importante lance de toda obra do Alan Moore.

“Tá, você disse isso tudo, mas não disse da p@#$% do filme A Piada Mortal!”, deve ser o que vocês estão pensando.

Concordo! Mas vocês vão começar a entender agora!

Em “Wacthmen não conseguiram fazer uma adaptação à altura, apesar do filme ser legal, e o mesmo acontece com “A Piada Mortal”. Está tudo lá, mudaram alguns poucas coisas, nada que afete a história, mas com o simples intuito de encher linguiça para o filme não ficar muito curto. Porém, mais uma vez eles não conseguiram transmitir o sentimento obsessivo, real e mútuo de amor e ódio entre o Batman e o Coringa, o sentimento do tudo ou nada que está bem explicito na HQ.

Falando em encher linguiça, no inicio do filme tem uma introdução bem interessante, uma história que apresenta a Bárbara Gordon(Batgirl), achei isso bem acertado, ainda mais pela cena que gerou vários burburinhos entre ela e o Batman, mas não falarei nada sobre. Tem uma cena pós-credito com ela, não saia antes, termine de comer sua pipoca.

Dentre as pequenas mudanças que fizeram da HQ para o filme, inclui uma excelente: quando o Batman está seguindo os passos do Coringa, ele vai para a batcaverna acessar os arquivos no batcomputador(?), e aparece imagens de acontecimentos posteriores a 1986 (ano de lançamento da história original), como a imagem de Jason Todd morto, o que só aconteceu em Morte em Família publicada em 1988.

Uma coisa interessante do filme, é que ele vai ser uma boa introdução ao Coringa de Jared Leto que veremos em Esquadrão Suicida, uma das grandes influências para a criação do personagem dele foi tirado dessa história da animação. (SQN!)

O filme é legal, mas nunca será capaz de passar todas as nuances da obra original, não espere demais do filme como eu esperei.

NOTA: B-

ALERTA DE SPOILER

A única coisa que eles poderiam realmente fazer mas não fizeram, era deixar bem mais claro, que SIM, O BÁTIMA MATA O CORINGA! Pra falar a verdade, ficou bem menos evidente do que na própria HQ.

Fim de Spoiler

 

O filme é legal, valeu a ida ao cinema e também vale ter na estante. Amanhã ele será exibido nos EUA igual foi aqui, “Sessão Única” e no dia 05/08/2018 será lançado em DVD, Bluray e afins. Mas recomendo ter a Graphic Novel na estante, vale mais a pena.